Finanças Pessoais: Um estudo de caso em uma Instituição Religiosa

Paula Talgatti Nunes

Resumo


Este trabalho teve como objetivo analisar os dados do projeto piloto para famílias da Congregação Leoberto Leal da Igreja Assembléia de Deus, apresentando a importância da organização das finanças pessoais. Tal pesquisa caracterizou-se como sendo um estudo de caso, do tipo exploratório e descritivo, utilizando-se a pesquisa bibliográfica, e a observação simples e aplicação das planilhas financeiras, baseado no método Sênior Economy By Ramos para aplicação como instrumentos para a coleta de dados. A análise dos dados fundamentou-se de acordo com a  abordagem qualitativa, a partir das seguintes variáveis sob a visão de finanças pessoais: capacitar as famílias a tratarem da espécie dinheiro de forma tranqüila, objetivando que o dinheiro trabalhe para si e não o contrário, explicando conteúdos fundamentais de planejamento financeiro e do orçamento familiar/pessoal, proporcionando condições para avaliações de receitas e despesas conciliando o alcance dos objetivos familiar/pessoais, fornecendo elementos para compreensão do funcionamento do orçamento doméstico, capacitando as famílias/pessoas para montar suas planilhas de orçamento doméstico. As respostas evidenciaram uma busca das famílias por ter uma modelo orçamento financeiro familiar equilibrado, objetivando uma saúde financeira e a bem como, a conquista de planos financeiros almejados. 


Texto completo:

19-34

Referências


ALMEIDA, João Ferreira de. A bíblia sagrada. São Paulo: Sociedade Bíblica do Brasil, 1969.

BLANCO, Sandra. Mulher inteligente valoriza o dinheiro, pensa no futuro e investe. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2004. 146p.

CERBASI, Gustavo Petrasunas. Casais inteligentes enriquecem juntos. São Paulo: Gente, 2004.

CERVO, Amado Luiz; BERVIAN, Pedro Alciro. Metodologia científica. 4. ed. São Paulo: Prentice Hall, 2003.

EID JÚNIOR, Willian ; e GARCIA, Fábio Gallo. Como fazer o orçamento familiar. 3 ed. – SãoPaulo: Publifolha, 2001.

FACHIN, Odila. Fundamentos de metodologia. 3. ed. São Paulo: Saraiva, 2002.

FRANKENBERG, Louis. Seu futuro financeiro. Rio de Janeiro: Campus, 1999.

GALLIANO, A. Guilherme. Método científico: teoria e prática. São Paulo: Harbra, 1986.

GARCIA, Andréia Cristina Dias. Planejamento financeiro pessoal: um estudo sobre a renda pós-aposentadoria. 2005. Pós-graduação em administração – UFRGS, Porto Alegre, 2005.

GIL, Antonio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1991.

______. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

GITMAN, Lawrence J; MADURA, Jeff. Administração financeira: uma abordagem gerencial. São Paulo: Addison Wesley, 2003.

IMPERATORE, Simone Loureiro Brum. Fundamentos da contabilidade. Curitiba: Intersaberes, 2017.

MACEDO JUNIOR, Jurandir Sell. A árvore do dinheiro: guia para cultivar a sua independência financeira. Rio de Janeiro: Elsevier, 2007.

MARQUES, Érico Veras; NETO, Jocildo Figueiredo Correia. Gestão financeira familiar: como as empresas fazem. Rio de Janeiro: Alta Books, 2016.

MOURA, Maria Lucia Seidl de; Faria, Maria Cristina; PAINE, Patrícia Ann. Manual de elaboração de projetos de pesquisa. Rio de Janeiro: EDUERJ, 1998.

NETO, Alfredo Meneguetti; FALCETTA, Flávio Paim; RASSIER, Leandro Hirt; MARCHIONATTI, Wilson. Educação financeira. Porto Alegre: Edipucrs, 2014.

OLIVEIRA, Silvio Luiz de. Tratado de metodologia científica: projetos de pesquisa, TGI, TCC, monografias, dissertações e teses. 2. ed. São Paulo: Pioneira, 1999.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa social: métodos e técnicas. São Paulo: Atlas, 1999.

RUIZ, João Álvaro. Metodologia científica: guia para eficiência nos estudos. 4. ed. São Paulo: Atlas, 1996.

SELEME, Laila Del Bem. Finanças sem complicação. Curitiba: Intersaberes, 2012.

SILVA RAMOS, Ivoneti. Planejamento avançado em finanças: orientação do método Sênior Economy. Florianópolis, UFSC, 2008. No prelo.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.