Impacto da convergência às Normas Internacionais de Contabilidade sobre o Custo de Capital Próprio nas companhias listadas na BM&FBOVESPA

Diego Emanoel Souza Gonçalves, Abel Carneiro Mota Lima, Luis Augusto Ferreira dos Santos, Roberto Oliveira Santos

Resumo


A adoção completa das normas internacionais de contabilidade (IFRS), a partir do ano de 2010 pelas empresas brasileiras, objetivou uma melhor evidenciação das informações contábeis e uma conseqüente redução da assimetria informacional, que pudesse reduzir o custo na captação de recursos e conseqüentemente resultar numa redução do custo de capital próprio das empresas. A presente pesquisa buscou verificar o impacto da convergência às normas internacionais de contabilidade sobre o custo de capital próprio nas companhias listadas na BM&FBOVESPA. Para alcançar este objetivo, foi realizado um estudo empírico que calculou o custo de capital próprio das empresas listadas na BM&FBOVESPA, no período de 2007 a 2014, a partir do modelo proposto por Assaf Neto, Lima e Araújo (2008), utilizando dados contábeis disponíveis no sistema integrado de informações financeiras Comdinheiro. Após o cálculo do custo de capital próprio das empresas estudadas, estimou-se uma regressão linear múltipla, através do método de efeitos aleatórios, que verificou a relação entre as variáveis propostas pelo modelo de Alencar e Lopes (2010) e o custo de capital próprio, no período de 2007 a 2014. Os resultados da pesquisa evidenciam uma redução no custo de capital próprio das empresas estudadas e uma melhoria da qualidade da divulgação das informações contábeis, evidenciando assim uma resposta satisfatória do mercado brasileiro à adoção das normas internacionais de contabilidade (IFRS) no que tange a redução dos custos de capital próprio.


Texto completo:

62-79

Referências


ASSAF NETO, Alexandre; LIMA, Fábio Guasti; DE ARAÚJO, Adriana Maria Procópio. Uma proposta metodológica para o cálculo do custo de capital no Brasil. Revista de Administração, v. 43, n. 1, p. 72-83, 2008.

BANCO CENTRAL DO BRASIL-BACEN. Consulta à Taxa Selic Diária. Disponível em: . Acesso em: 30 de jun. 2015.

BARTH, M. E.; KONCHITCHKI, Y.; LANDSMAN, W. R. Cost of capital and earnings transparency. Journal of Accounting and Economics, v. 55, n. 2, p. 206-224, 2013.

CARDOSO, Ricardo Lopes; MARTINS, Vinícius Aversari Hipótese de mercado eficiente e modelo de precificação de ativos financeiros. In: IUDÍCIBUS, Sérgio de; LOPES, Alexsandro Broedel (Coords.). Teoria avançada da contabilidade. São Paulo: Atlas, 2004.

CORRAR, Luis João; THEÓPHILO, Carlos Renato. Pesquisa Operacional Para Contabilidade e Administração (Contabilometria). 1ª ed. São Paulo: Atlas, 2004.

CORRAR, Luiz João; PAULO, Edilson; DIAS FILHO, José Maria. Análise Multivariada: Para os Cursos de Administração Ciências Contábeis e Economia. São Paulo: Atlas, 2014.

DASKE, Holger. Economic Benefits of Adopting IFRS or US-GAAP – Have the Expected Cost of Equity Capital Really Decreased?, Journal of Business Finance & Accounting, 33(3) & (4), 329–373, Abril/Maio 2006.

DASKE, Holger; HAIL, L; LEUZ, C; VERDI, R. Mandatory IFRS Reporting around the World Early Evidence on the Economic Consequences. Journal of Accounting Research. v. 46, n. 5, p. 1085-1142, 2008.

EISENHARDT, K. M. Agency theory: an assessment and review. Academy of Management Review, 1989, Vol. 14, n. 1, 57-74.

FREIRE, Mac Daves de Morais; SUZART, Janilson Antônio da Silva; Cunha, Moisés Ferreira. Relação do Custo de Capital Próprio e Disclosure nas Empresas Brasileiras de Capital Aberto. In: XXXVI ENANPAD 2012.

GARRÁN, Felipe Turbuk. (2006) Metodologias em Uso no Brasil para Determinação do Custo de Capital Próprio para Avaliação de Ativos por Fluxo de Caixa Descontado. Dissertação de Mestrado, Faculdade de Economia e Administração (FEA), Universidade de São Paulo (USP).

GUJARATI, D. N. Econometria Básica, 5ª edição, Porto Alegre, Elsevier, 2011.

HENDRIKSEN, Eldon S.; BREDA, Michael F. Van Teoria da Contabilidade. 1º. ed. SãoPaulo: Atlas, 1999.

INSTITUTO DE PESQUISA ECONÔMICA APLICADA - IPEA. Consulta EMBI+ Risco-Brasil. Disponível em: . Acesso em: 30 de jun. 2015.

IUDÍCIBUS, Sérgio de; LOPES, Alexsandro Broedel. Teoria avançada da Contabilidade. 3. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

JENSEN, Michael C.; MECKLING, William H Theory of the firm: managerial behavior, agency costs and ownership structure. Journal of Financial Economics, Out., 1976.

JENSEN, Michael C.; MECKLING, William H. Teoria da firma: comportamento dos administradores, custos de agência e estrutura de propriedade. Revista de dministração de Empresas, v. 48, n. 2, p. 87-125, 2008.

LI, S. Does Mandatory Adoption of International Financial Reporting Standards in the European Union Reduce the Cost of Equity Capital? The Accounting Review. V. 85, n. 2, p 607-636, 2010.

LOPES, Alexandro Broedel; ALENCAR, Roberta Carvalho de. Disclosure and Cost of Equity Capital in Emerging Markets: The Brazilian Case. The International Journal of Accounting, v: 45, n. 4, p. 443-464, 2010.

LOPES, Alexandro Broedel; MARTINS, Eliseu. Teoria da contabilidade: uma nova abordagem. São Paulo, Atlas, 2012.

LOPES, Alexandro Broedel. Teoria dos contratos, governança corporativa e contabilidade. In LOPES, Alexandro Broedel; IUDÍCIBUS, Sérgio de (Orgs.). Teoria Avançada da Contabilidade (pp. 173-187). São Paulo: Atlas.

MARTINEZ, A. L.; BRITO, L.; SILVA, P.R.; MARTINS, E. (2001). Custo de Oportunidade, Custo de Capital Próprio, EVA e MVA. In: MARTINS, E. (Org.). Avaliação de Empresas: da mensuração contábil à econômica. São Paulo: Atlas.

MENEZES, Fernanda Dourado; LUZ, Janayna Rodrigues de Morais, DE CARVALHO; José Ribamar Marques. Processo de Convergência Contábil das Pequenas e Médias Empresas Brasileiras aos Padrões Internacionais: Percepção dos Contabilistas de Campina Grande – PB. In: XXXVII ENANPAD 2013.

MOURA, G. D.; THEISS, V.; CUNHA, P. R. Ativos intangíveis e gerenciamento de resultados: uma análise em empresas brasileiras listadas na BM&FBovespa. Revista BASE, v. 11, n. 2, p. 111-122, 2014.

OLIVEIRA, Bruno Cals; MARTELANC, Roy. Determinantes do Cálculo do Custo Médio Ponderado de Capital no Brasil: Um Estudo Empírico. In: XXXVII ENANPAD 2013.

PAULO, Edilson; MARTINS, Eliseu. Análise da Qualidade das Informações Contábeis nas Companhias Abertas. In: XXXI ENANPAD 2007

PRATT, S. (2002). Business Valuation: discounts and premiums. New York: Wiley

Finance.

RICHARDSON, Roberto Jarry. Pesquisa Social: Métodos e Técnicas. 3. ed. São Paulo: Atlas, 1999.

SILVA, Ricardo Luiz Menezes da; Adoção completa das IFRS no Brasil: Qualidade das demonstrações contábeis e o custo de capital próprio. 2013. Tese (Doutorado em Ciências Contábeis) - Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2013.

SILVA. L.M.; NARDI, P. C. C.. A Adoção completa das IFRS no Brasil reduz o Custo de Capital Próprio? In: ASSOCIAÇÃO NACIONAL DOS PROGRAMAS DE PÓS- GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS CONTÁBEIS (ANPCONT), 2014, São Paulo (SP). Anais. ANPCONT, 2014. Disponível em: . Acesso em: 10 de mar. 2015.

WOOLDRIDGE, Jeffrey M. Introdução à econometria: uma abordagem moderna. São Paulo: Cengange Learning, 2011.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.